Apostila Concurso Adagro PE 2018

0

 Adagro PE deverá abrir um novo concurso público em 2018.

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco(concurso Adagro 2018) está se preparando para abertura de um novo concurso do órgão, foi publicado um extrato de contrato que confirma o Instituto de Apoio à Universidade de Pernambuco (Iaupe) como banca responsável pelo seu novo concurso público que terá como objetivo o preenchimento de 140 vagas. Para lhe auxiliar nos estudos, adquira sua Apostila Concurso Adagro PE 2018 e prepare-se desde já para o concurso.

Edital Concurso Adagro PE 2018: Em breve

APOSTILAS CONCURSO ADAGRO PE 2018 – Ainda Indisponível

COMECE A SE PREPARAR DESDE JÁ! Não espere o edital ser publicado para começar a estudar, porque o tempo entre a publicação do edital e a prova é curto (em torno de dois meses) e muitas matérias precisam ser vistas. Além disso, muitos concorrentes já estão estudando.

Portanto, prepare-se com antecedência. Sorte é você estar pronto quando a oportunidade aparece.

Vagas Concurso Adagro PE 2018: Serão disponibilizadas 140 vagas, sendo 50 para nível superior e 90 para nível médio.

As oportunidades em nível superior são para o cargo de Fiscal Estadual Agropecuário, com 40 para médicos veterinários e 10 para engenheiros agrônomos. Já as de nível médio são para o cargo de Assistente de Defesa Agropecuária que, exige formação em Técnico Agropecuário.

A remuneração do cargo de Fiscal Agropecuário é de R$ 6.330,17, enquanto o de Assistente de Defesa Agropecuária é de R$ 3.262,70. O concurso está previsto para acontecer ainda no primeiro semestre deste ano. O último certame público realizado pela Adagro foi em 2010.

Sobre o orgão (ADAGRO): A Adagro é um órgão integrante da estrutura organizacional da Secretaria estadual de Agricultura e Reforma Agrária, que tem autonomia técnica, administrativa e financeira e poder de polícia administrativa. A sua missão é integrar ações do Governo Federal, Estadual e Municipal que contribuam para promover e executar a Defesa Sanitária Animal e Vegetal, o controle e a inspeção de produtos de origem agropecuária.

As atividades da organização incluem planejar, elaborar, coordenar e executar programa de promoção e proteção da saúde animal e vegetal e a educação zoofitossanitária; fiscalizar a entrada, o trânsito, o comércio, o beneficiamento de produtos, subprodutos e derivados de origem animal e vegetal, inclusive atividades em propriedades rurais no território pernambucano; levantar, mapear e monitorar as ocorrências zoofitossanitárias no território estadual, objetivando o estabelecimento de ações de prevenção e controle de pragas e doenças dos vegetais e animais; exercer as atividades de vigilância epidemiológica, profilaxia e controle de pragas e doenças animais e vegetais; e registrar no que couber, cadastrar, fiscalizar e inspecionar pessoas físicas e jurídicas que produzem, comercializam e distribuem produtos quimioterápicos, biológicos, agrotóxicos e afins, demais produtos agropecuários, assim como prestadores de serviços zoofitossanitários.

Inscrições Concurso Adagro PE 2018: As inscrições para concurso não se iniciaram ainda, e apenas teremos a informação oficial sobre as datas, locais de inscrição e prazo para efetua-la quando o edital do concurso for liberado.

Atualmente o que temos de informação é que as inscrições ocorreram no site da banca organizadora do concurso e que haverá uma taxa para confirmação da sua inscrição.

Último Concurso Realizado ADAGRO: O último concurso do órgão aconteceu em 2017, quando contou com 74 vagas para Técnico Agrícola. De acordo com o documento, as vagas foram destinadas as cidades de Sanharó, Caruaru, Garanhuns, Ouricuri, Palmares, Petrolina, Sertânia, Salgueiro, Serra Talhada, Surubim e Recife.

O salário do Técnico Agrícola chegou a R$ 1.635,00, por jornada de trabalho de 40 horas semanais. Do quantitativo de vagas, 5% foram reservadas aos portadores de necessidades especiais. Para ingresso, o edital exigiu certificado ou declaração de conclusão do curso médio em Técnico Agrícola, inscrição em condições regulares no Conselho da categoria, exercício profissional como Técnico Agrícola por no mínimo seis meses. Além disso, a Carteira Nacional de Habilitação – CNH, na categoria “B” foi requisito para exercício da função na Agência.

Compartilhe isso:

Deixe um Comentário!